PLANTA EM TALUDE E PLANTA EM ESCADA

As flores são ótimas soluções para decorar e esconder desníveis de solo.Confira dicas de cultivo e as espécies mais adequadas.

PLANTAS EM TALUDES

O talude é um trecho acidentado do terreno, que pode ser aproveitado para a criação de jardins em patamares e canteiros.

Os patamares consistem em formar níveis bem definidos ou levemente ondulados, e pode dar vida a canteiros atrativos, áreas de circulação ou até mesmo novos ambientes ao ar livre.

Depois de feita a distribuição do que se terá em cada área do patamar, será necessário pesquisar as espécies adequadas para cada espaço sempre se preocupando com os itens abaixo:

01. Se trarão harmonia ao ambiente.

02. As plantas serão vistas de vários ângulos.

03. As plantas auxiliarão na contensão da terra do solo, reduzindo as chances de erosão.

Tome Nota!

Se o terreno for levemente íngreme e tiver uma área extensa e que seja para pisoteio, uma boa solução é usar a grama esmeralda, que ajuda na compactação do solo e impede a erosão.

Quando os patamares forem mais definidos e o terreno entre um patamar e outro for mais íngreme, é recomendado fazer canteiros independentes e específicos em cada um dos espaços.

Um patamar pode ser composto por plantas, enquanto o outro pode ser destinado para uma área de descanso, colocando bancos ou até mesmo uma mesa com cadeiras tornando o ambiente mais agradável e funcional.

Para conter os taludes, use contenções de madeira, pedra ou até contenções especiais, como muros de arrimo feitos com pedras.

No caso de contenções com muros de arrimo, peça auxilio a um engenheiro especializado no assunto, pois as pedras são fixadas no chão com cimento e argamassa.

É importante pensar na drenagem do canteiro por onde a água escoará, dessa forma, você minimizará problemas futuros.

Planejar o caminho que as pessoas irão circular para que o camihos seja o mais agradável possível.

A construção no talude pode ser feita com escadas, que devem acompanhar o desenho do terreno ou, se for uma área muito extensa, será necessário criar níveis planos intercalados com dois degraus para que o caminho seja mais suave.

Criar maciços densos usando a mesma espécie com flores atraentes, porém não cansativas, também costuma ficar interessante e ajuda a não poluir o visual do jardim dando maior leveza ao ambiente.

Abaixo, confira ideias para paisagismo com plantas em taludes.


PLANTAS EM ESCADAS

Antes de ser bonita, a escada precisa ser segura e funcional, para isso será necessário escolher o material com que ela será feita.

Existem diversos materiais que podem ser usados em escadas, mas os mais comuns são as madeiras, tijolos e pedras, pisadas de madeira ou até mesmo pedras com pedriscos no meio.

Ao iniciar o seu projeto de paisagismo, verifique o grau de inclinação do talude e calcule a altura, largura e profundidade que devem ter os degraus.

Outra dica é que os degraus devem ter, pelo menos, 60 centímetros de largura e a inclinação do solo não pode passar dos 35°. Já a pisada varia entre 27 a 30 centímetros e a altura do degrau fica entre 15,5 a 19 centímetros.

Para tornar o passeio mais agradável, é interessante intercalar os degraus da escada com patamares planos. E quando a inclinação do terreno for pouco acentuada, recomenda-se criar degraus mais longos.

Dispor de plantas entre os degraus torna a escada mais agradável, mas as espécies precisam ser de pequeno porte para que não passe a altura do degrau.

Se atentar que a planta será observada por diferentes ângulos e terá a função de segurar a terra no lugar, evitando deslizamentos. Assim, é necessário pensar no que será colocado ao redor da escada e quais as melhores espécies de plantas para escadas.

Abaixo, confira ideias para paisagismo com plantas em escadas.