TROCA DE VASO

Saiba quando e como fazer o transplante das plantas e quais são os vasos indicados para cada fase do cultivo.

O cultivo de plantas em vasos nos permite ter dentro de casa as mais variadas espécies, mas, para mantê-las bonitas, é necessário ter alguns cuidados especiais, como a luminosidade, temperatura, adubação, regas e, claro, o vaso certo.

As plantas retiram do solo a água e os nutrientes para o seu desenvolvimento. Assim, quando as espécies são cultivadas em vasos, é preciso que os recipientes sejam trocados com o passar do tempo, permitindo o pleno crescimento de suas raízes.

Além do espaço, é importante lembrar das adubações regulares e das regas frequentes, já que as plantas não conseguem absorver sozinhas os nutrientes e, por estarem em vasos, a água se perde com maior rapidez.

Quais são os sinais de que a planta precisa mudar de local?
Um indício de que se deve mudar a planta de vaso é quando o substrato está sempre ressecado, apesar das frequentes regas, e a planta está com aspecto de murcha e sem vida.

Outro forma de identificar a necessidade de troca de vaso é observar as raízes saindo pelos furos de drenagem e/ou aparecendo na parte de cima do vaso.

Uma dica para ter a planta no vaso ideal é comparar o tamanho da espécie com o recipiente em que está plantada. Essa relação precisa ser proporcional, para que o cultivo seja feito da forma correta.

Quando a planta deixa de florescer e não apresenta sintomas de doenças, pragas ou falta de nutrientes, a troca de vaso também pode ser necessária.

Se aparecerem folhas pequenas ou defeituosas, a planta está sofrendo com a falta de nutrientes ou com praga, e o plantio deve ser refeito em outro vaso.

A melhor época para se fazer a troca é no inverno, quando as plantas entram em dormência, ou seja, param de crescer e só retornarão ao crescimento na estação da primavera.

Uma dica interessante é regar a planta um dia antes da troca de vaso, para que ela não sinta tanto impacto com a troca de local. As plantas costumam sofrer um pequeno stress com essa mudança, pois as suas raízes são cortadas para poder ocorrer o transplante.

Passo a Passo para a troca de vaso
1° Escolha o novo vaso para a sua planta. Recomenda-se que ele tenha um tamanho acima do vaso existente.
2° Retire a planta do vaso existente com muito cuidado, desbastando as suas raízes ao redor do torrão.
3° Aproveite o momento e remova também os galhos e as folhas secas, isso fará com que a planta reaja melhor ao transplante.
4° Coloque no novo vaso a sequência descrita: argila, manta, substrato, 20% de húmus de minhoca, a planta a ser transplantada, substrato e, na parte de cima, usar como cobertura casca de árvore ou pedriscos que ajudarão a manter a umidade do vaso por mais tempo.

Dica
Coloque a planta em um lugar à meia sombra por, aproximadamente, 10 dias até que ela se adapte. Não se esqueça das regas diárias que a planta necessitará.

Confira a seguir algumas opções de vasos mais adequados conforme o ambiente.