ILUMINAÇÃO NA VARANDA

Uma boa iluminação destaca a beleza da planta e complementa o projeto de paisagismo.

Você sabia que um projeto luminotécnico pode valorizar o seu ambiente? Isso acontece porque a iluminação valoriza a sua planta e dá ênfase a algumas espécies.

Para iniciar o projeto é necessário fazer a marcação de todas as espécies e suas devidas dimensões e alturas, para que a escolha das lâmpadas sejam feitas de forma correta. Cada tipo de lâmpada irá fazer um efeito visual diferente ao projeto paisagístico. Existem lâmpadas com fachos mais abertos, ideais para espécies mais altas. Mas também há modelos com fachos mais fechados, para espécies mais baixas. Há, ainda, lâmpadas destinadas para iluminar somente a copa das árvores.

Algumas dicas

  • A iluminação para ambiente externos envolve aspectos como segurança, decoração, destaques e sensações.
  • As lâmpadas incandescentes emitem luzes agradáveis, mas consomem muita energia e têm vida útil curta.
  • As lâmpadas halogênicas são melhores por ter maior duração e menor gasto de energia.
  • As lâmpadas de Led possuem maior vida útil, consomem menos energia e esquentam menos, além de trazer menos risco de choques, sendo muito usadas em vasos.
  • Os tons das lâmpadas também precisam ser considerados. Luzes azuis e brancas transmitem um ar mais sofisticado ao jardim, já as luzes amarelas e laranjas são usadas para destacar elementos individuais.
  • As luminárias de Inox duram em média 10 anos, enquanto as de alumínio duram aproximadamente 04 anos.
  • A iluminação precisa ser sutil para que algumas plantas sejam vistas somente de silhueta e outras diretamente focalizadas.

Tome nota!

  • Fonte de piso e solo usa-se para não ofuscar os olhos.
  • A iluminação de baixo para cima valoriza a textura e a verticalidade da planta.
  • Nos vasos, a iluminação precisa ser de baixo para cima. Recomenda-se usar espetos com flexibilidade de direcionamento do facho de luz.
  • Para plantas de grande porte, recomenda-se usar lâmpadas Par 38 e para plantas de pequeno porte, lâmpadas Par 20.
  • Recomenda-se usar projetor com refletor interno com facho de luz de longo alcance, para as espécies de grande porte.
  • Para plantas esculturais de pequeno porte é indicado usar lâmpada Par 20, com flexibilidade de direcionamento. Já as de grande porte pedem Par 38.
  • Spots iluminam com eficiência os contornos de vegetações e arbustos até 2 metros.
  • Plantas de pequeno porte precisam usar lâmpadas com uma potência menor que 50 Watts.
  • Plantas de grande porte pedem lâmpadas com uma potência acima de 100 Watts, modelos AR 111 e Par 38.

Confira abaixo algumas imagens de varandas iluminadas.